Plantão
Mundo

Furacão Dorian causa devastação nas Bahamas

Publicado dia 04/09/2019 às 13h01min
Número de mortos subiu para 7. Ele agora se desloca ao longo do litoral dos EUA na forma de uma tempestade de intensidade 2.

Imagens aéreas da Ilha Grande Ábaco (veja acima) mostram orastro de destruição deixado pelo furacão Dorian, que avança lentamente em direção à costa sudeste dos Estados Unidos. Ao menos sete pessoas morreram, afirmou o primeiro-ministro de Bahamas, Hubert Minnis, nesta terça-feira (3).

O furacão perdeu força no início desta manhã e foi rebaixado à categoria 2 – no domingo, ao passar por Bahamas, Dorian chegou à categoria 5, a mais alta da escala Saffir Simpson

Pelas imagens, é possível ver a extensão dos danos à ilha Grande Ábaco – uma das que compõe o arquipélago das Bahamas. Há centenas de casas sem teto, carros virados, enormes inundações e escombros por todos os lados.

Segundo um primeiro boletim da Cruz Vermelha, cerca de 13 mil casas podem ter sido danificadas ou destruídas, e o furacão causou "danos consideráveis" nas ilhas Ábaco e Grand Bahama.

Pelo menos 61 mil pessoas estariam precisando de ajuda alimentar nas Bahamas, estimou a ONU nesta terça, que se prepara para enviar duas equipes de avaliação.

Resultado de imagem para furacão dorian bahamas

Extremamente perigoso

 

Ken Graham, diretor do Centro Nacional de Furacões (NHC) americano, com sede em Miami, disse que o Dorian havia começado a se mover após "permanecer em estado estacionário por mais de 24 horas atingindo as Bahamas".

Mulher caminha em área alagada em Nasssau, nas Bahamas, na segunda-feira (2), na passagem do furacão Dorian — Foto: John Marc Nutt/ Reuters

O furacão, que jogou 760 mm de chuvas sobre o arquipélago, caiu nesta terça para categoria 2, em uma escala máxima de 5, com ventos de 175 km/h, mas continua sendo extremamente perigoso enquanto se desloca a passo lento rumo à costa sudeste dos Estados Unidos, apontou o NHC em seu boletim de 20h.

Acrescentou que se espera que ganhe velocidade e cresça em tamanho durante as próximas horas, e vire para o norte na noite de quarta-feira.

Fonte: G1.com.br