ITAPORANGA : Estudo identifica substância que gera riscos à saúde em água da cidade

Um estudo feito a partir de dados sobre a água tratada no Brasil identificou a presença de substâncias químicas e até radioativas na água que sai da torneira em 763 cidades brasileiras. O levantamento, nomeado Mapa da Água, foi feito e divulgado nessa segunda-feira (7) pela agência pública Repórter Brasil.

Na Paraíba, apenas sete municípios paraibanos foram avaliados. Entre as cidades está Itaporanga, na região do Vale do Piancó, Sertão, onde foi detectada apenas uma substâncias que apresenta riscos à saúde acima do limite de segurança entre 2018 e 2020. 

A pesquisa analisou resultados de testes realizados por empresas ou órgãos de abastecimento e enviados ao Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), do Ministério da Saúde.  A partir da análise, a agência identificou a presença de substâncias químicas e radioativas na água tratada de um a cada quatro municípios onde testes foram feitos.

A Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba, empresa responsável pelo abastecimento no estado, divulgou uma nota sobre o assunto.

“Sobre as informações contidas no mapa da água, divulgado nessa segunda (7), vimos inicialmente tranquilizar toda a população paraibana sobre a qualidade da água distribuída pela Cagepa no estado. Nossas equipes realizam constantemente o controle da água, conforme os planos de monitoramento definidos pela Portaria de Potabilidade, com aprovação inclusive das Vigilâncias Sanitárias municipais”, disse.

Destaque do Vale e Diamante Online

Jefferson Lima

Read Previous

Operação Impacto: polícia apreende quatro armas de fogo e prende dez suspeitos um no vale do piancó

Read Next

Jovem de 31 anos é executado a tiros em Itaporanga

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.